Membro fundador do Conselho Europeu dos Sindicatos de Polícia

Ricardo Valadas, Presidente da Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal da Polícia Judiciária.

Correio da Manhã, 11 de novembro de 2017

Serve 24 horas sem dormir e semanas sem descansar. Só pede meios e justiça.

Sai de casa de manhã a pensar que… (Lida com abusos e abusadores de crianças e de mulheres, assassinos, violadores, psicopatas e traficantes de pessoas, droga ou armas; liberta escravos, reféns e sequestrados; investiga corruptos ávidos de poder e dinheiro; descobre e desativa fraudes ao Estado que levariam milhares ao desemprego; ouve burlões; estuda os novos fenómenos criminais e cursa em Universidades sem nenhum tipo de exceção; Localiza e apreende dinheiro e divisas de origem ilícita; luta contra as violações dos Direitos Humanos; Impede atentados; desativa associações criminosas; identifica, persegue, vigia e detêm terroristas, traidores à pátria, incendiários, sociopatas e ainda estuda o seu comportamento; protege o património artístico e cultural; corre perigo de vida; dá formação; está sempre disponível; é agredido, perseguido e baleado; conduz sem repouso; serve obrigatoriamente 24 horas sem dormir e semanas sem descansar; acumula divórcios; não vê os filhos a crescer; meses sem fins de semana; familiares doentes sem acompanhamento; envelhece prematuramente; adoece precocemente e sem apoio.) … não sabe se regressa à noite. Todos os dias.

Apenas pede mais colegas, meios e justiça social.

 

Divulgações

PJ apela à partilha de informação no combate ao crime informático 

Polícia Judiciária apresentou numa conferência no Porto um caso de ataque informático em Portugal resolvido com sucesso... Ler mais

 

pj

 

logo asfic/pj