Comunicação Social

Ricardo Valadas, Presidente da Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal da Polícia Judiciária.

Correio da Manhã, 06 de agosto de 2017

É urgente a abertura de novos concursos para inspetores.

Com a época estival, os encargos para a PJ aumentam em dimensão, consequência direta do turismo e da necessária proteção dos turistas que visitam o nosso país. Há anos que a ASFIC/PJ tem vindo a alertar e a pedir o reforço dos meios humanos para a instituição responsável pela prevenção e investigação criminal dos fenómenos criminais mais graves.

O funcionamento regular das instituições do Estado, depende em grande parte da motivação e do empenho dos seus funcionários. Na PJ, os funcionários de IC estão preparados e dispostos a lidar com todo o tipo de adversidades, inclusive com as restrições financeiras e de progressão de carreira que lhes foram impostas há alguns anos.

No entanto, há algo que fere de morte um profissional desta casa. A impossibilidade, ou incapacidade de fazer mais e melhor, consequência direta da falta de pessoas.

Uma instituição desta natureza, fundamental para o Estado português, não pode ficar refém de um concurso de ingresso a cada 3/4 anos. É urgente e primordial a abertura de novos concursos de admissão de inspetores.

A segurança e o turismo são dos principais tesouros nacionais. Investir na PJ é investir neste tesouro.

 
logo asfic/pj