Comunicação Social

Ricardo Valadas, Presidente da Associação Sindical dos Funcionários de Investigação Criminal da Polícia Judiciária.

Correio da Manhã, 01 de outubro de 2017

Urge equacionar as verbas para a abertura de novos concursos.

A Polícia Judiciária (PJ) irá abrir a breve trecho, a Unidade Local de Investigação Criminal de Évora (ULIC), uma aspiração que a PJ vem já há muito desenvolvendo, no sentido de materializar este projeto.

A ULIC irá aproximar ainda mais a PJ da região do Alentejo, tendo como áreas privilegiadas de intervenção, Arraiolos, Avis, Castelo de Vide, Elvas, Estremoz, Évora, Fronteira, Montemor-o-Novo, Nisa, Ponte de Sor, Portalegre, Redondo, Reguengos de Monsaraz e Vila Viçosa.

As mulheres e homens da PJ que irão integrar a ULIC de Évora, como sempre, irão dar o seu melhor naquilo que são as competências de prevenção, deteção e investigação criminal da PJ na região.

A proximidade da PJ junto aos seus cidadãos é desejada e distinguida ao nível dos seus resultados, e nesse sentido tudo será feito para que o trabalho da PJ esteja ao nível do desejado.

No entanto, este esforço exige mais recursos humanos, pelo que se torna urgente que em termos de Orçamento do Estado se equacione definitivamente as verbas para a abertura de novos concursos para a carreira de investigação criminal na PJ, pois só assim o nosso desempenho poderá corresponder cabalmente às necessidades das populações do País.

logo asfic/pj