Borralheiros

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Carreira de investigação criminal da PJ é a sua essência e razão de ser.

Borralho significa lareira. Daí o nome da personagem de contos infantis, Gata Borralheira, pois passava o tempo nas esforçadas lides da casa, junto à lareira da cozinha.

Ou, se preferirmos, Cinderela, se quisermos caracterizar a personagem pelo esforço e dedicação, no papel de faz-tudo. Pau para toda a obra, na conhecida e ingrata expressão, definindo alguém multifacetado habituado a desempenhar várias funções.

Gata Borralheira é dos contos infantis mais conhecidos em todo o mundo. Conta a história de uma menina que ficou órfã de mãe, passando a viver com o pai e a madrasta, e com as filhas desta, as enteadas. O pai é figura ausente. Daí o domínio da madrasta, que destrata a Cinderela, favorecendo as suas filhas. Ela é constantemente desconsiderada, numa espécie de criada.

A ASFIC recorda que a carreira de investigação criminal da PJ é a sua essência e razão de ser. Todo o seu restante “edifício” deve ser construído em torno dessa matriz, funcionando como seu apoio e suporte. Cabe nunca ferir nem desvirtuar essa lógica, sob pena de inverter todo o “edifício”.

Só os morcegos e as osgas não se importam de habitar em edifício invertido. O teto é o seu chão.