Prejuízo público

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
A segurança pública e a manutenção da ordem e tranquilidade social são das principais incumbências do serviço policial.

A segurança pública e a manutenção da ordem e tranquilidade social são das principais incumbências do serviço policial. Cabe, em concreto, à PSP e à GNR essa nobre missão, garantindo a segurança interna.

O que fazem, aliás, com reconhecido mérito e confirmada competência. É essa a génese e genuína essência dessas forças de segurança. A verdadeira excelência das suas tão honrosas missões.

A segurança é, pois, o primeiro fator de liberdade. Um país inseguro contribui para uma sociedade precária, intranquila e desordenada. Sem rumo e sem futuro. Uma sociedade assim deficitária é uma sociedade inquieta e incomodada, afligida, sem capacidade de criação e de produção. Sem harmonia. Afeta a paz social e, daí, a própria economia.

Retarda o desenvolvimento. É urgente investir na segurança pública e na prevenção criminal. Importa canalizar prioritariamente as naturais valências e recursos policiais da PSP e da GNR para essa tão importante função policial.

Uma aposta clara na prevenção, no policiamento, garantindo maior segurança das pessoas e dos bens e melhor segurança rodoviária e nos eventos. A falta de segurança pública é claramente um imenso prejuízo público.